Crime resultou na morte do brigadeiro reformado da FAB

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) anunciou, nesta quinta-feira (9), a prisão de três dos quatro suspeitos de cometer o latrocínio que resultou na morte do brigadeiro reformado da Força Aérea Brasileira (FAB), João Carlos Franco de Souza, 66 anos. O crime ocorreu há uma semana, na 112 Sul.

Dois dos presos foram detidos hoje, no Gama: o soldado da Aeronáutica Gessé de Sousa Resende, 21 anos, e Felipe Gonçalves da Silva, 19 anos, ambos sem antecedentes criminais. O terceiro suspeito é um menor de idade, apreendido na quarta-feira (8), em Valparaíso, em razão de um outro roubo.

“O adolescente, quando foi apreendido, estava com uma pistola calibre 32, a mesma utilizada no assassinato do brigadeiro da FAB. Ele confessou o crime e, a partir disso, conseguimos chegar a outros dois autores”, contou a delegada-adjunta da 1ª Delegacia de Polícia (1ºDP) da Asa Sul, Renata Malafaia, à Agência Brasília.

Segundo ela, de acordo com os indícios, o adolescente com passagem pela polícia foi responsável pelo disparo que acertou a cabeça do militar. A abordagem criminosa ocorreu no momento em que o brigadeiro chegava de carro, modelo i30, ao edifício onde morava.

O menor de idade deverá ficar internado por 45 dias, no Centro Sócio Educativo Amigoniano (Cesami), até que o juiz da Vara da Infância (VIJ) e Juventude julgue o caso. Ele responderá por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Suposto veiculo usado no dia do homicídio do Brigadeiro da Aeronautica

Os demais suspeitos podem ser condenados de 20 a 30 anos de prisão pelo crime de latrocínio previsto no Código Penal Brasileiro. “Vamos prosseguir as investigações e queremos solucionar o caso até a próxima semana”, finalizou a delegada.

Fonte: Agência Brasília, http://www.jornaldebrasilia.com.br/noticias/cidades/522426/policia-civil-apresenta-suspeitos-pelo-latrocinio-da-112-sul/ e http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/01/09/interna_cidadesdf,407127/mandante-de-quadrilha-que-matou-militar-reformado-e-soldado-da-aeronautica.shtml

Anúncios